Instituto Padre João Emílio lança Projeto Acorde

Na manhã da última quinta-feira, dia 28, foi realizado no Instituto Padre João Emílio o lançamento do Projeto Acorde, de iniciação musical. O evento contou com a presença do Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, o Prefeito, Antônio Almas, os coordenadores do Instituto, Padre Liomar Rezende de Moraes e Padre João Francisco Batista da Silva, entre outras autoridades.

O projeto, idealizado por Dom Gil e orientado pelo Padre João Francisco, marca a celebração de aniversário de dez anos de posse do Arcebispo em Juiz de Fora. As modalidades oferecidas pelo projeto são canto coral, flauta doce, violão, piano e teclado.

O nome “Acorde” faz referência, em primeiro lugar, à música, mas também ao convite às crianças, adolescentes e toda a população para despertar. Despertar para a vida, que precisa ser celebrada, amada e vivida com intensidade.

O objetivo do Projeto Acorde é dar continuidade a um projeto já existente no Instituto, a “Comunidade Esperança”, que tem finalidade de acolher crianças, em contraturno escolar, de 6 a 11 anos de idade, em estado de vulnerabilidade social. O público-alvo do novo projeto são crianças de 9 anos e adolescentes de até 17 anos, priorizando aqueles que já passaram pela Comunidade Esperança.

O Arcebispo ressaltou a importância da música na formação das crianças. “Nós queremos formar, futuramente, uma orquestra para Arquidiocese, mas pensamos, sobretudo, no âmbito social. A música edifica, nos liberta de muitas coisas ruins. Estamos criando um espaço para ser ocupado, em prol da proteção das crianças, frente aos problemas cotidianos e do mal”.

O Coordenador do projeto, Padre João Francisco Batista, falou sobre o desejo e a vontade, que Dom Gil havia demonstrado, de intensificar a educação das crianças a partir da música: “As crianças devem ter um processo de integração social, crescimento humano, afetivo e também comunitário. E a música possibilita isso”.

Para o Diretor-tesoureiro do Instituto, Padre Liomar Rezende, que está à frente do Instituto há três anos, “é uma grande satisfação dar início a um novo projeto voltado às crianças e ver a presença da Igreja na formação delas”.

É importante lembrar que o Projeto Acorde e a Comunidade Esperança, se mantêm com a ajuda da população, através de doações. Para o projeto lançado esta semana, o Instituto Padre João Emílio está recebendo instrumentos musicais em bom estado de conservação. Outros itens que podem ser doados estão na nossa página doações.

Foram selecionados 20 alunos que começaram as aulas no último dia 19 de março. Esses alunos fizeram uma apresentação na inauguração de ontem, com canto coral e com flauta doce. Durante quatro meses, eles participarão de oficinas de percepção musical, canto coral e flauta doce. As aulas acontecem toda terça-feira e quinta, no turno da manhã. Para o segundo semestre, estão previstas as oficinas Orquestral e Grupo Coral.

O Projeto ainda visa a abertura para pessoas que queiram ter aulas particulares de flauta, violão, piano e teclado.

   

Mais informações:

(32) 3212-1216